As princesas, a mulher contemporânea e os anseios da sociedade

frozen-uma-aventura-congelante
Fim de semana passado, estive em Uberlândia para apresentar o Artigo que o Gustavo, a Mariele, o Thayrone e eu desenvolvemos, você deve estar se perguntando, o que isso tem a ver com esse blog, então vamos lá.
Esse projeto é sobre o Filme “Frozen: Uma aventura congelante” e os anseios da mulher contemporânea. Ou seja, o artigo é sobre os novos anseios das mulheres, a construção da mulher na sociedade através de produções cinematográficas.

1422620_840741179346041_4706350877688941294_n

Aqui vai um trechinho do nosso artigo:

“O filme “Frozen – Uma Aventura Congelante”, última produção da Disney princesas, foi lançado em 2013 e, diferentemente das produções anteriores, tem personagens femininas corajosas, determinadas e que lutam pelo que querem. O filme se diferencia das demais produções da Disney com temática de princesas por abordar o casamento e o amor de forma diferente. A música tema “Let it go”, versão original da música “Livre estou” ficou entre os dez hits mais vendidos do iTunes por meses e chegou a ganhar o Oscar de Melhor Canção Original em 2014. A Disney ganhou também o Oscar na categoria Animação com este mesmo filme. A bilheteria de Frozen é a quinta maior bilheteria da história do cinema com US$ 1.219 bilhão… Várias pesquisas comprovaram a importância do cinema como transformador social. O cinema norte-americano é reconhecido por conta de suas características industriais e suas produções visam eminentemente o lucro. No caso de Frozen, pode-se afirmar que a Disney fez essas mudanças na forma de representar suas personagens por questões mercadológicas, num esforço de acompanhar as mudanças na sociedade, como por exemplo, uma maior participação feminina em vários setores.”

10383881_673535556079268_3621862610266294820_nPara quem ainda não viu o filme, aqui vai a história (se não quiser saber o final, não leia):
Elsa nasceu com poderes especiais envolvendo o gelo e, durante um momento de diversão com sua irmã, provocando um acidente ao acertar Anna. Os pais das meninas, reis de Arendelle, recorrem aos trolls, para reverter o feitiço na caçula. Com isso, Elsa passa a ser orientada pelos pais a reprimir e esconder seus poderes: ela se enclausura em um dos quartos do castelo, afastando-se da irmã.
Um naufrágio tira a vida dos reis e obriga Elsa, assim que completa a maioridade, a assumir o trono. O reino havia fechado os portões. Essa ordem é revogada no dia da coroação e assim Anna, que passou a vida presa nas terras do reino, se deslumbra com a possibilidade de conhecer pessoas diferentes de lugares distantes. A princesa, que é insegura e cômica, logo se aproxima de Hans, um príncipe desconhecido. Resolveram na mesma noite que iriam se casar e, durante a festa dá a notícia à Elsa, ela discorda da decisão da irmã de se casar com uma pessoa que pouco conhece e acaba lançando um feitiço que condena Arendelle a um inverno eterno. Apavorada, foge do reino em direção às montanhas. A irmã, também desesperada, decide ir em sua busca.
No meio do caminho, Anna conhece Kristoff, um vendedor de gelo, e Sven, sua rena. Ambos auxiliam a princesa a encontrar Elsa. Elsa, durante o encontro com a irmã se recusa a voltar para o reino abandonado por ela. Porém, ao descobrir sobre a maldição desencadeada, se desespera por crer que nunca poderá controlar sua magia e, sem perceber, atinge Anna novamente com seus poderes, só que acetando o coração desta vez. Anna, cada vez mais fraca, com a ajuda de Kristoff descobre que apenas um ato de amor verdadeiro pode reverter o feitiço.
Assim, ela volta acreditando que Hans lhe daria um beijo capaz de lhe salvar. Porém, ele se revela como um vilão na história, negando o beijo e trancando a garota em um salão do castelo. A rainha, que havia sido capturada por soldados de Hans e estava presa no calabouço do castelo, resolve escapar.
Olaf, um boneco de neve que Elsa deu vida e que apareceu na história ao longo da busca de Anna pela irmã, ajuda a princesa a escapar do castelo e a convence a procurar Kristoff em busca do beijo de amor verdadeiro. Enquanto isso, o atual vilão do filme diz a Elsa que sua irmã morreu por culpa dela. Ele se prepara para realizar um movimento com a lança e sacrificá-la, mas é impedido por Anna que deixa de correr em direção ao amor para se interpor no caminho do príncipe e salvar a vida da irmã, gerando o ato de amor verdadeiro. A maldição assim é quebrada, a rainha Elsa assume sua coroa, a princesa Anna aparentemente começa a namorar Kristoff, uma personagem fora do perfil de príncipe encantado, Hans volta para seu reino humilhado, e o reino de Arendelle por fim volta a paz, agora com os portões abertos.

Frozen, se diferencia dos outros filmes de princesas da Disney, por diversos fatores que emponderam as personagens principais, Elsa e Anna, apresentando anseios da sociedade contemporânea em atitudes que fogem do tradicionalismo dos filmes anteriores, como por exemplo:
image_25464380
-Anna aparece em situações inesperadas e constrangedoras para uma princesa;
-Elsa se torna rainha sem a necessidade de um rei;
-O fato de Anna querer se casar com alguém que acabou de conhecer é algo não aceitável mais, mesmo que esse alguém seja um príncipe;
-A princesa Anna sai em busca da sua irmã sozinha;

Hans-sword
-O príncipe é na realidade o vilão da história;
-O mocinho é um vendedor de gelo (pobre e rústico);
-O amor verdadeiro é representado por duas irmãs.
O filme foi um sucesso de bilheteria, o sucesso do filme, nos faz acreditar que desde pequenas as meninas já se reconhecem nas personagens, querendo assim ser alguém, dona da própria história e não mais a princesinha indefesa sempre em apuros que precisa de um príncipe para salvá-la. As mulheres são donas de seus anseios, desejos e comportamentos. Tudo vai depender apenas delas e de suas vontades.
E aí, o que você acha disso?

Anúncios

Um comentário sobre “As princesas, a mulher contemporânea e os anseios da sociedade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s